ORAÇÕES E LOUVORES UNGIDOS

Há poder nas orações e louvores ungidos pelo Espírito Santo. Depois que Paulo expulsou um espírito de adivinhação que usava uma jovem na cidade Filipos, os seus senhores incitaram o povo e as autoridades locais para que os prendessem e os açoitassem. “E, havendo-lhes dado muitos açoites, os lançaram na prisão, mandando ao carcereiro que os guardasse com segurança” (v. 23). Importante é que nem mesmo as dores das feridas e o sangue que vertia de suas costas impediram as suas orações e louvores durante aquela noite de sofrimentos. Ore e louve ao Senhor, independente da situação! Lucas disse que todos os prisioneiros podiam ouvir o som daquela adoração contagiante. “E de repente sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos” (At 16.26). O impacto da oração e do louvor abalou as estruturas daquela prisão de maneira que não apenas Paulo e Silas, mas todos os prisioneiros ficaram livres. Desesperado, o carcereiro pensou em tirar a própria vida, “mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos” (v.28). Aquele homem também estava sob o impacto do poder de Deus, por isso pediu para ser salvo. “Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” (vs.30,31). Ele e sua família foram evangelizados e naquela noite, converteram-se ao Senhor com grande alegria (v.34). Como no início da igreja primitiva, nós precisamos de pessoas que se levantem em oração e louvor unânimes a fim de abalarem as estruturas deste mundo corrompido pelo pecado, para que haja libertação e salvação entre os homens. Famílias inteiras precisam desta luz, deste abalo e desta transformação espiritual, e nós, os que cremos na Palavra, somos os responsáveis por esta manifestação de poder. Junte-se a outros servos de Deus, ore e louve ao Senhor, fervorosamente, e a glória do Altíssimo se manifestará poderosamente entre nós.


Ministérios


Notícias


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS