Salte da panela!

24/01/2017


Conta uma história que certa rã foi colocada dentro de uma panela com água morna. Num primeiro momento, ela sentiu a temperatura agradável e nadou tranquilamente. À medida que a água foi esquentando, ela se sentiu desconfortável e cansada.
 
Não suportando mais o calor, parou de nadar e totalmente debilitada, morreu. A pobre coitada sequer percebeu que estava sendo cozida. Se tivesse sido lançada na água fervente, teria saltado, imediatamente, para fora da panela e tentado fugir, mas como parecia bom, nem se deu conta do perigo. 
 
Essa história nos faz pensar que, quando mudanças acontecem de um modo suficientemente lento, escapam a consciência e não despertam, na maioria das vezes, qualquer reação. Se observarmos o que tem acontecido nos últimos tempos em nossa sociedade, perceberemos que estamos sofrendo uma lenta e terrível mudança de valores.
 
Coisas que teriam nos horrorizado há vinte, trinta ou quarenta anos, aos poucos foram se tornando normais e hoje são vistas como aceitáveis pela maioria das pessoas ou com indiferença por uma parte da sociedade. O fato é que essas mudanças estão afetando drasticamente a unidade familiar e, quando a família muda, as mudanças na sociedade se acentuam.
 
Sabemos que existe um esforço constante para eliminar os valores bíblicos da sociedade em nome deste modernismo. Neste aspecto, as mídias em geral (televisão - principalmente as novelas -, internet, literatura, etc.), as instituições educacionais e o governo tem trabalhado o pensamento coletivo, no sentido de que as pessoas aceitem esse “avanço” como algo positivo. Mas, cuidado! Estão tentando cozinhar a rã!
 
Deus não é antigo nem moderno. Ele é eterno e os seus preceitos não mudam. O Seu sistema de valores é perfeito, abrange todas as áreas da vida humana e norteia as relações entre o homem e Deus e entre os próprios homens. Sem essa referência, deixamos de acreditar num sistema de absolutos e passamos a adotar uma abordagem totalmente relativista de decisões na área da ética pessoal e social.
 
O que antes era “certo” ou “errado” agora pode ser “depende”. Essa quebra de valores divinos acarretará sérios problemas no futuro. Neste aspecto, até mesmo as famílias cristãs, que confessam crer na Bíblia, estão sendo seriamente influenciadas e acham difícil estar no mundo sem fazer parte do mundo (Jo 17.14-16). Salte da panela! Posicione-se como crente em JESUS e mantenha uma postura firme diante das pressões deste mundo.
 
Mais do que nunca, as famílias precisam se firmar na Palavra de Deus e buscar Nele a graça e o poder para viverem de maneira digna e honrada. Quando os pais fracassam em ensinar os filhos, por meio de palavras e exemplos, sobre o amor e o respeito a Deus e a sua Palavra, eles estão a caminho do desastre.
 
Por isso, convocamos o povo de Deus a se unir em prol da família e dos preceitos divinos. Não podemos remover os marcos que foram colocados pelos nossos pais (Pv 22.28), antes, devemos lutar e defendê-los. Tal qual Josué, levante-se em meio à degeneração social e espiritual dos dias atuais e declare: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24.15).
 
“Deus não é antigo nem moderno. Ele é eterno e os seus preceitos não mudam. O Seu sistema de valores é perfeito, abrange todas as áreas da vida humana e norteia as relações entre o homem e Deus e entre os próprios homens”.


Por Bispo César Santos – Presidente e fundador da Comunidade Evangélica Filadélfia.

 


BISPO CÉSAR SANTOS



Outras Notícias


Ministérios


Notícias


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS